Câncer de Pele: tire suas dúvidas sobre a doença!

câncer de pele - adcos

O que você sabe sobre o Câncer de Pele? Convidamos o Dr. Elimar Gomes, médico dermatologista para responder algumas perguntas sobre Câncer da Pele, diagnóstico, prevenção e os cuidados necessários, principalmente para essa época de verão. Se você quiser saber um pouco mais sobre câncer de pele e proteção solar, confira a entrevista!

Qual o panorama do Câncer de Pele no Brasil?

No Brasil, segundo o INCA, estima-se 600 mil casos de câncer a cada ano. Destes, quase 30% são de câncer de pele. Isso mesmo, o câncer de pele é o mais frequente de toda a população brasileira. E isso repete em todo o mundo.

Quais os tipos de câncer de pele existentes?

O principal tipo de Câncer de Pele é o carcinoma basocelular (cerca de 70% dos casos). Depois, temos o carcinoma espinocelular (cerca de 20% dos casos) e também temos uma variação de 10% à 15% de melanoma. Para ficar fácil de entender, separamos os cânceres em dois grandes tipos: os carcinomas e o melanoma.

Carcinoma Basocelular: Entre os carcinomas temos o basocelular, que normalmente aparece como uma pápula (uma bolinha) esbranquiçada ou com cor de pérola na superfície. Essas lesões facilmente sangram ao toque ou ao enxugar o rosto com uma toalha.

Carcinoma Espinocelular: O carcinoma espinocelular muitas vezes se apresenta como uma lesão vermelha, endurecida, ou como uma ferida que não cicatriza depois do intervalo de quatro à seis semanas. Outras vezes ele também pode se apresentar como uma lesão verrucosa ou uma lesão avermelhada e dolorosa a apalpação.

Melanoma: Já o melanoma é originário das células que dão cor à nossa pele: os melanócitos. Na grande maioria das vezes ele se apresenta como uma pinta. Essas pintas são, geralmente, irregulares, com muitas cores e tem crescimento progressivo e exagerado.

Identificando o câncer de pele: Regra ABCDE

Uma forma bem prática de identificar uma lesão suspeita de melanoma é usando a regra do ABDCE. Com essa regra, devemos avaliar todas as nossas pintas.

Se uma delas tiver (A) de assimetria (ou seja, um lado é muito diferente do outro), essa é uma lesão suspeita.

O (B) é de bordas. Se as bordas são irregulares ou recortadas, essa também pode ser uma lesão suspeita.

O (C) é de cores. Quanto mais cores tivermos em uma lesão, por exemplo, castanho claro, castanho escuro, avermelhado ou preto, maior a chance dessa lesão ser um melanoma.

O (D) é de diâmetro. Os melanomas têm, geralmente, mais de um centímetro de diâmetro.

E o (E) é de evolução. Ou seja, nossas pintas não costumam ter um crescimento rápido e mudanças de formato. Já o melanoma, por ser um câncer, tem um crescimento exagerado, mudando de forma, cor ou as vezes até tendo sangramento sobre a lesão.

Tenho uma pinta suspeita. Como proceder?

Diante de qualquer uma dessas alterações ou mesmo uma lesão que te faça suspeitar, não fique preocupado. Procure logo um médico dermatologista. Ele fará um diagnóstico e o tratamento dessa lesão. Mesmo nos casos de melanoma, o câncer de pele de maior gravidade, se diagnosticado precocemente, temos mais de 90% de chances de cura.

O que causa câncer de pele?

Todos os tipos de câncer de pele são provocados, principalmente, pela exposição à radiação dos raios ultravioletas do sol de forma exagerada e desprotegida.

Como prevenir o câncer de pele?

O Brasil é um país de alta incidência de radiação solar, por isso, precisamos ficar sempre muito atentos, principalmente no verão.  Devemos evitar exposição direta ao sol entre 10h e 15h da tarde e usar óculos, chapéu e roupas com fator de proteção ultravioleta.

Prevenção: use Protetor Solar

O protetor solar é um grande aliado no nosso dia a dia. É importante escolher um fator de proteção 30 ou maior que 30, pois os protetores solares com fator de proteção alto nos dão uma segurança ainda maior. É importante aplicar o protetor solar todo dia antes de sair de casa e, naqueles dias de maior exposição, devemos reaplicar a cada duas ou 3 horas ou sempre que tivermos suor ou sairmos da água.

Assista o vídeo do Dr. Elimar Gomes respondendo as questões sobre Câncer de Pele!

Ver essa foto no Instagram

 

Confira no vídeo o que o @drelimargomes, médico dermatologista tem para falar sobre câncer da pele: diagnóstico, formas de prevenção e, principalmente, os cuidados que devem ser tomados durante o verão. Dê play para conferir.

Uma publicação compartilhada por ADCOS Dermocosméticos (@oficialadcos) em

Conheça outros conteúdos