Adcos

Manchas na pele: tipos e cuidados específicos para cada um

Você sabe quais os tipos de manchas que podem surgir na pele e quais os cuidados para tratá-las? Vamos falar sobre como elas são formadas, classificadas e o que influencia no controle e tratamento das manchas na pele, além de dar dicas para evitar que elas apareçam aqui no blog da ADCOS.

Você sabe o que são manchas? Como são classificadas?

A pele possui uma coloração natural devido à melanina, uma substância produzida que tem função de dar cor à pele, além de proteger contra a radiação solar. Essa coloração pode ficar desequilibrada ao longo da vida por razões variáveis, gerando marcas mais claras ou escuras. As manchas são essas alterações formadas por anormalidades na pigmentação da pele e podem surgir por motivos que variam desde genética, alterações hormonais, hábitos de vida e, principalmente, exposição solar sem proteção. O melanócito, responsável por produzir a melanina, pode sofrer um desequilíbrio por alguma dessas razões e também por maus hábitos, falta de cuidado pós-peeling, medicamentos fotossensíveis, lesões na pele e estresse.

Essas manchas são classificadas entre Hipercromia (excesso de pigmentação, manchas escuras) e Hipocromia (falta de pigmentação, manchas claras). Os tratamentos médicos/estéticos, além dos dermocosméticos, são eficazes apenas para o tratamento das Hipercromias.

Quais os tipos de manchas?

As manchas possuem variáveis quanto as suas causas e características gerais. Não existe cura para manchas na pele, mas sim formas de as controlar. Uma vez que elas aparecem, não são capazes de sumir completamente, por isso as propostas dos tratamentos clareadores visam suavizar o escurecimento da área manchada, bem como diminuir a extensão do seu tamanho. O tratamento para manchas deve ser contínuo e para o resto da vida. Isso porque elas podem voltar a aparecer, pois têm característica de serem recidivas, principalmente quando o tratamento é interrompido e elas surgem novamente.

Os tipos de manchas são:

– Melanose Solar: manchas desencadeadas pelo excesso de exposição solar.

– Efélides (sardas): manchas de características genéticas.

– Melasmas: manchas providas pelas alterações hormonais (menopausa).

– Cloasma: manchas geradas na gravidez.

– Hiperpigmentação Pós-inflamatória: manchas geradas pós-processo inflamatório (acne).

Como tratar as manchas de pele?

Dependendo de qual tipo for, existem tratamentos específicos para clarear as manchas. Porém, seguindo uma rotina diária de cuidados, podemos controlar a sua pigmentação, como por exemplo, manter em dia a higienização, hidratação e proteção solar, com uma disciplina regrada de aplicação e reaplicação desse último passo. Também é necessário utilizar produtos clareadores seguros e eficazes, que possuem a capacidade de atuar em todos os processos de formação da melanina e de forma intermitente, em todas as épocas do ano, sem que seja necessário interromper o processo.

Outro passo essencial é se consultar com seu dermatologista e buscar mais informações sobre o assunto, para que ele indique o dermocosmético e o tratamento ideal para o seu tipo de mancha e pele. Hábitos de vida saudáveis e equilíbrio hormonal também são importantes para manter a cútis com coloração uniforme. Com estes cuidados, você verá uma diferença duradoura na textura e uniformidade da sua pele.

Dicas e cuidados importantes para a sua pele

É importante ressaltar que alguns cuidados rotineiros evitam o aparecimento de manchas na pele. A exposição solar consciente é o passo mais relevante nesse caso. Procure ir à praia em horários alternativos, nos quais os raios solares são mais amenos, antes das 10h e depois das 16h. Além disso, aplique sempre o protetor solar pelo menos 30 minutos antes de sair e utilize chapéu e óculos para uma proteção física mais eficiente. Quando for se expor ao sol diretamente (na praia, por exemplo), evite utilizar os produtos clareadores. Já durante o dia, quando estiver em sua rotina de trabalho e deslocamento, procure utilizar os clareadores que não são fotossensibilizantes.

O filtro solar deve ser usado mesmo dentro de casa, pois as lâmpadas artificiais, a luz do computador e a televisão, por exemplo, trazem muitos danos a pele, principalmente manchas. O ideal é usar os protetores solares tonalizantes, pois eles possuem uma barreira física que protege da luz visível e garantem uma proteção extra em ambientes fechados.

Mais dicas

Para manchas pontuais

Para manchas pontuais

Se você possui alguma área resistente e hiperpigmentada, o Melan-Off Clareador Pontual é uma fórmula concentrada que age de forma intensiva e duradoura no clareamento de manchas. Ele possui ação efetiva e clinicamente comprovada a partir de 4 semanas de uso, uniformizando o tom da pele e reduzindo a tonalidade e o tamanho das manchas. Ele age nos pontos aonde existe maior resistência e concentração de melanina, possui rápida absorção, e permeação, com ação profunda e prolongada.

Uniformize o tom da pele

Uniformize o tom da pele

Para clarear manchas e deixar a pele mais uniforme, corrigindo sua tonalidade, o Melan-off Concentrado Clareador possui máxima concentração de ativos clareadores que agem em diversos tipos de manchas, como de acne e melasmas, protege da luz visível e pode ser utilizado em áreas mais sensíveis, como colo, virilhas, axilas, mãos e face. O Melan-Off Clareador, além de uniformizar o tom da pele, melhorar a textura e promover o clareamento, não é fotossensibilizante, portanto é seguro para ser aplicado durante o dia com o protetor solar em conjunto. Também é indicado para todos os biotipos e fototipos, inclusive peles negras.

O protetor solar é essencial

O protetor solar é essencial

Para passar por qualquer tratamento de clareamento da pele você precisa ter um protetor solar eficaz para utilizar em conjunto e proteger a sua pele da formação de novas manchas e o escurecimento das já existentes. O Filtro Solar Tonalizante FPS 55 Base Stick possui alto fator de proteção solar e garante cobertura intensa e disfarce de imperfeições. Ele previne o aparecimento de melasmas e é ideal para quem pratica esportes físicos e para pós-procedimentos, como laser e peeling, acalmando, reduzindo a ardência e disfarçando a vermelhidão.

Conheça outros conteúdos