Você sabe a importância da fotoproteção?

Embora os raios solares ofereçam alguns benefícios para a saúde, como a formação da vitamina D, importante para os ossos, eles podem ser nocivos à pele, principalmente quando você se expõe ao sol sem proteção, causando vermelhidão, queimaduras, envelhecimento precoce e algumas doenças. A radiação solar é responsável, ainda, pelo aparecimento de sinais e manchas.

Por isso, usar protetor solar diariamente é essencial para ter uma pele jovem, iluminada e saudável por muito mais tempo. A fotoproteção auxilia no combate ao envelhecimento precoce, ao ressecamento e a oleosidade excessiva, além de prevenir manchas e até mesmo o câncer da pele. Retocá-lo também é muito importante, mesmo que você esteja em um locais fechados, sempre a cada duas horas.

É fundamental não se esquecer de proteger também o corpo, além do rosto e de outros locais específicos que estão em contato constante com o sol, como as mãos, o colo e os braços.

Características do protetor solar para o corpo

Como a pele do corpo é mais resistente, os tipos de protetor mais indicados são as loções cremosas, pois têm melhor espalhabilidade e as versões de filtro solar em spray, que aderem bem à pele. A quantidade recomendada é uma colher (de sopa) para a parte dianteira e outra para a parte traseira do tronco, além de uma colher para cada braço e cada perna.

Os protetores solares desenvolvidos para o corpo tendem a ser mais resistentes à água já que são muito utilizados em praias, piscinas e durante atividades físicas ao ar livre. É comum aplicarmos o produto apenas nas áreas que não estão cobertas pelas roupas, como braços, mãos, pescoço, rosto. No entanto, muitas vezes os tecidos leves, como algodão, não protegem a pele contra a penetração da radiação ultravioleta, por isso é importante utilizar o filtro solar em todo o corpo.

Como evitar os sinais de envelhecimento da pele corporal

Da mesma forma que o rosto precisa de um protetor solar para suas necessidades específicas, o corpo também necessita de prevenção ao envelhecimento da pele, que é feita através do filtro solar e da hidratação. Quanto mais cedo começarmos a utilizar o protetor e a manter uma rotina de hidratação, mais retardamos a chegada do envelhecimento da pele corporal. Afinal, a pele é um dos primeiros órgãos que apresentam sinais, como manchas, rugas e flacidez.

O ideal é se proteger com filtro solar desde cedo. Procure em sua composição ativos que hidratam e que possuem ação antioxidante, pois eles previnem a pele de futuros danos e podem melhorar a aparência dela. Em geral, o filtro solar corporal é mais oleoso e denso, e pode estimular a produção de sebo em peles oleosas, por isso, fique atento na escolha do seu protetor solar e de suas características, como a textura.

Como escolher o FPS para a sua pele

Usar um fator de proteção abaixo do indicado pode oferecer riscos à saúde de sua pele. A longo prazo ela pode ficar envelhecida, apresentar manchas e a pessoa ainda tem mais chances de desenvolver câncer da pele. O fator de proteção 30 é o mínimo que todos devem usar, mesmo quem tem a pele negra e mais resistente à queimaduras, por conta da quantidade de melanina, que funciona como uma proteção natural da pele.

Se você não toma sol há muito tempo, o indicado é usar protetor com FPS 50 nos primeiros dias e diminuir depois. Já quem tem a pele clara, mais sensível, deve usar esse fator de proteção sempre, já que sofre com os efeitos da radiação solar com mais facilidade. Peles muito claras que ficam avermelhadas com frequência requerem filtros solares com FPS 60 ou maior.