Qual a diferença entre acne e espinha? Quais são suas causas?

Os termos acne e espinha representam a mesma patologia, sendo acne o nome científico para o problema e espinha a palavra mais utilizada na linguagem popular para casos isolados. A inflamação geralmente aparece em peles oleosas e tem seus primeiros sinais na adolescência. No entanto, também pode ocorrer o surgimento da acne na pele adulta, na maioria das vezes associada às alterações hormonais dessa fase.

Em nossa pele, existem glândulas sebáceas, responsáveis por produzir o sebo, um tipo de gordura que serve para proteger a cútis. No entanto, quando produzido em excesso, os poros são obstruídos, tornando o local ideal para a proliferação de bactérias. Para contê-las, nossas células de defesa produzem pus e assim se formam as espinhas.

A acne pode ser causada por diversos motivos, entre eles alterações hormonais, predisposições genéticas, níveis elevados de estresse, uso de alguns medicamentos específicos, suplementos e cosméticos com formulações e texturas oleosas. Além disso, alguns hábitos, como lavar o rosto muitas vezes ao dia e consumir alimentos gordurosos podem influenciar no surgimento de espinhas. Continue lendo!

Não esprema espinhas e evite receitas caseiras

Espremer espinhas não irá fazê-las desaparecer. Na verdade, é recomendado não fazer isso, porque nossas mãos e unhas são cheias de bactérias. Por isso, é possível que a infecção que está ocasionando a acne se agrave e até mesmo que haja inchaço e dor. Além disso, espremer espinhas é um dos principais motivos para o aparecimento de manchas de acne na pele.

Muito cuidado ao utilizar receitas caseiras que prometem acabar com as espinhas. Alguns produtos e ingredientes podem irritar a pele, causando alergias e até mesmo manchas. O ideal é procurar um dermatologista, que irá indicar o melhor tratamento para acne e os produtos certos para deixar a cútis bonita e saudável.

Evite alimentos que favorecem o aparecimento de acne na pele

Alguns alimentos, como comidas gordurosas, frituras e os que contêm farinha branca em sua formulação, favorecem o surgimento da acne. Isso porque eles estimulam a produção das glândulas sebáceas, aumentando a oleosidade da pele. E o chocolate? Ele em si não é um problema, mas sim o açúcar, as gorduras e o leite que são usados para fazê-lo. A melhor opção é escolher os chocolates com porcentagens de cacau mais altas.

As carnes vermelhas também podem influenciar no aparecimento de espinhas, pois têm alta concentração de ômega 6, uma substância com efeitos pró-inflamatórios. Por isso, quem quer evitar a acne deve preferir carnes brancas de qualidade, como peixes, que contam com grandes quantidades de minerais e promovem ação anti-inflamatória.

Além disso, não deixe de tomar bastante água, o que ajuda a manter o corpo hidratado e também a eliminar toxinas que podem agravar os problemas de pele. Consuma, ainda, frutas e verduras de cor amarela, que contêm betacaroteno, uma substância que combate os processos inflamatórios.

Mantenha uma rotina de cuidados com a pele

Ter uma rotina de cuidados com a pele, utilizando os produtos certos, é fundamental, principalmente se você tem pele acneica. A limpeza, por exemplo, ajuda a controlar a produção de sebo. No entanto, ela deve ser feita com sabonetes, espumas ou géis ideais para o seu tipo de pele uma ou duas vezes ao dia. Quando realizada em excesso ou com produtos inadequados, a higienização pode desencadear o efeito rebote, no qual o corpo produz ainda mais oleosidade para repor a que foi retirada.

Outros cuidados incluem a hidratação da pele, mesmo que ela seja oleosa. Esse passo é ideal para mantê-la saudável e tratar a acne. Opte por produtos oil-free e converse com seu dermatologista para criar a rotina de cuidados ideal para as necessidades de sua pele. Não se esqueça, também, de aplicar um filtro solar com toque seco e com ativos seborreguladores, que aliam proteção e tratamento.

Não sobrecarregue seu rosto com diversos produtos desnecessários para depois ainda aplicar várias camadas de maquiagem. Essa prática obstrui os poros e acaba aumentando a produção de óleo pelas glândulas sebáceas e ocasionando espinhas. Além disso, lembre-se de remover a maquiagem e outros produtos do rosto de forma adequada ao fim do dia.