Saiba mais sobre o Melasma

melasma adcos

Querem saber um pouco mais sobre melasma? A dermatologista, Dra. Solange Pistori Teixeira, contou pra gente um pouco mais sobre o que é o melasma.

O que é melasma?

Melasma são essas manchas escuras que ocorrem no rosto de forma simétrica, principalmente na região malar, a fronte, a região aqui do bigode, mas também pode surgir em outras áreas extra faciais como braços, pescoço e colo.

O melasma atinge principalmente pessoas de pele morena, mas pode acometer todos os tipos de pele, principalmente mulheres. Apenas 10% dos casos ocorrem no sexo masculino.

O que causa o melasma?

E o que acontece? O que causa o melasma? Infelizmente, até hoje, a causa do melasma não é totalmente esclarecida. Existe uma pré-disposição genética, mas o fator principal desencadeante é a radiação solar. Além disso, outros fatores como gravidez, uso de anticoncepcionais, terapia de reposição hormonal, problemas endocrinológicos e até estresse.

Existe um hormônio relacionado com estresse que estimula o melanócito. E o melanócito vai produzir pigmento, com isso, vai produzir as manchas.

Como tratar o melasma?

O tratamento do melasma ainda continua sendo um grande desafio, mas o ponto número 1, o mais importante, é a proteção solar. Quem tem melasma tem que ter uma proteção solar diária e intensa. Tem que usar filtro solar que a gente chama de amplo espectro. O que é isso? O filtro tem que proteger de UVB, mas também de UVA. O UVA é a parte da radiação que penetra mais na pele, então ele estimula direto o melanócito. É importante que esse filtro tenha uma proteção ampla.

Outra coisa que desencadeia o melasma é a luz visível. Então o filtro tem que ter cor, para quem tem melasma, porque a cor vai proteger você da luz visível. Eu falo que a cor do filtro não serve só para camuflar, serve para proteger. Eu falo para os meus pacientes: põe o filtro solar e olha no espelho: se você não estiver vendo a mancha, o sol também não vai ver. Então você vai estar mais protegida. Além disso, o filtro solar pode estar associando antioxidantes, vitaminas e clareadores suaves. Tudo isso vai ajudar no tratamento.

Existe também algumas substâncias por via oral que aumentam a proteção solar, como alguns antioxidantes, e isso também é bem-vindo no tratamento. Não esquecendo que, se exposta ao sol ou ambiente aberto, usar um chapéu com aba grande, usar roupas de proteção solar…tudo isso para ajudar na proteção, tá? Não basta só tratar, a gente tem que evitar receber.

Tratamento de melasma é um tratamento demorado. Não adianta você chegar e achar que vai usar uma coisa e em uma semana já terminou. Não, tem que perseverar.

Tratamentos tópicos para melasma

Como tratamentos tópicos temos os clareadores, os antioxidantes, Vitamina C, vários tópicos além dos ácidos. Alguns tipos de ácidos que devem ser usados de forma adequada de acordo com a resistência individual de cada pele. Além disso, existe hoje em dia alguns tratamentos sistêmicos e os estudos têm mostrado que esses tratamentos são promissores como adjuvantes.

Que procedimentos eu posso fazer para clarear o melasma?

Peeling, laser, microagulhamento, microdermoabrasão. Mas muito cuidado, porque esses procedimentos têm que ser realizados pelo dermatologista. Por alguém que conheça a sua pele e tenha muita habilidade com esse tipo de tratamento, porque a pele do melasma não é fácil. Um tratamento muito agressivo pode não só piorar, como deixar até cicatrizes. Então, procure seu dermatologista para orientar e realizar esse tipo de procedimento e tratar a sua pele, clareando o seu melasma.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Melasma é um dos problemas mais comuns entre as mulheres, mas ainda cheio de mitos para serem desvendados. No vídeo a dermatologista @drasolangepteixeira explica como reconhecer o melasma, tratar,e, principalmente, prevenir seu aparecimento. Confira a versão completa no nosso IGTV!

Uma publicação compartilhada por ADCOS Dermocosméticos (@oficialadcos) em

Conheça outros conteúdos